A Mariologia do futuro (em breve)

Daniel Afonso · 11/08/2020

Percorrendo os mais de quatro séculos do nascimento da ciência mariológica como discurso distinto e orgânico sobre Maria chegamos à conclusão que a visão de Francisco Suárez e de Plácido Nigido (Summa Sacrae Mariologiae – 1602) chegou ao fim. Com o Pequeno Tratado de Mariologia (Court traité sur la vierge Marie) de R. Laurentin em 1954 abria-se a estrada imediatamente antes do Concílio para um novo horizonte da mariologia. Durante o Concílio Vaticano II (1962-1965) assistimos já a um novo horizonte para a reflexão teológica sobre a Mãe de Jesus com o método histórico-salvífico. Mas com uma distância já de mais de meio século quais as novas fronteiras? Que desafios de inculturação estamos enfrentando com a viragem antropológica operada no terceiro milénio para a mariologia?

About Instructor

Not Enrolled
This course is currently closed
Open chat
Necessita de ajuda?
Ave Maria,
como a poderei ajudar?